Recapitulando: Game of Thrones (6ª Temporada)

Lembrando a todos que este post está falando sobre todos os episódios da sexta temporada menos o último, isso quer dizer SPOILERS. Leiam se já tiverem assistido ou caso não liguem para eles.

6×01: A Mulher VermelhaOld-Melisandre-The-Red-Woman-Game-of-Thrones

A temporada começa com o contrário que todos queriam e esperavam, Jon Snow continua morto. Sor Davos pede para que a Mulher Vermelha reviva-o mas ela não tem mais fé em seus poderes ou em seu deus. Sor Alliser e seus cúmplices foram inocentados pelo seu ato de traição contra o lorde comandante, pois a maioria aceitou que eles fizeram o que tinham que fazer. Assim, eles ainda querem queimar o corpo de Jon Snow, um velório decente, mas seus aliados não deixam por ordem de Sor Davos que ainda tem esperanças que Jon voltará.Vemos então, a linda Mulher Vermelha se despindo por completo, e por completo mesmo, pois quando ela tira o colar que ela nunca tira, ela se mostra como uma anciã mais que centenária. Mostrando que mesmo que ela não acredite, ainda tem um pouco de poder com ela.

Em Winterfell, Sansa e Theon correm de mãos dadas para sua liberdade, enquanto cavaleiros, soldados e cães tentam impedir que eles consigam escapar. Em dado momento, Theon decide se entregar para dar vantagem a fuga de Sansa, mas no instante em que os cavaleiros iriam capturá-lo e jogá-lo para os cães, surge Brienne de Tarth e Podrick para salvar o dia. Brienne jura lealdade a Sansa assim como jurou para sua mãe.

Cersei recebe seu amante e irmão, Jaime Lannister, de braços abertos e recebe a notícia de que sua filha morreu. Em vez de de ir atrás de vingança ou xingar os deuses velhos e novos, chorou e se deprimiu, pois, em suas palavras, “Ela era boa, desde o nascimento. Eu não sei de onde ela saiu”. Dorne na verdade nem precisa de mais sangue, porque seu rei e príncipe foram assassinados por Ellaria (namorada/viúva? de Oberyn) e as Cobras da Areia.

Passando para o Tyrion, que está feliz, dando uma volta na cidade com seu colega Varys, vendo que a cidade não está tão pacífica e utópica quanto Daenerys esperava. Eles discutem o que devem fazer com a cidade até a rainha retornar, se ela retornar. No fim da discussão eles percebem a movimentação gerada por um incêndio terrorista, feito pelo grupo de ex-mestres Filhos da Harpia. Daenerys foi levada até a cidade sagrada dos Dothraki, Vaes Dothrak. Onde ela deverá passar o resto de sua vida com as outras Khaleesis viúvas. Como sempre ela não parece muito satisfeita em servir os outros, mas desta vez ela ainda não tem escapatória.

6×02: Lar

jon-snow-alive.jpg

Brandon está feliz olhando o passado junto com seu mentor o Corvo de Três Olhos. Winterfell é feliz com o Eddard Stark, e seus irmãos ainda crianças, e Hodor sendo chamado de Wylis e sendo relativamente normal. Mas Bran não pode ficar muito tempo, o mentor não diz o porquê. Talvez com medo do garoto se “viciar”.

Alliser Thorne quer o corpo de Jon Snow, Sor Davos não entregará sem uma luta. Mas no momento em que Alliser decide arrombar a porta e matar todos, os selvagens chegam para ajudar os aliados de Jon. Prendendo Sor Alliser e sobreviventes. Davos continua insistindo para Mulher Vermelha ter fé em si mesma e em seu deus, até que ela cede e tenta trazer Jon Snow de volta. Após uma pausa dramática ele volta.

Tommen está se aproximando cada vez mais do Alto Pardal. Suas palavras de paz, comunhão, justiça e punição confortam o garoto, que ainda é muito novo para ter uma mente própria, assim acaba sendo facilmente maleável. Jaime Lannister se preocupa e ameaça o Pardal, deixando claro que ele está pronto para lutar se necessário.

Nosso anão preferido decide que os dragões estão um pouco sem liberdade, dentro de uma masmorra sem nenhuma luz, metros abaixo de uma pirâmide gigante e com correntes mais grossas que um taco de beisebol. Então, Tyrion resolve descer até lá para pelo menos tirar as correntes deles, e provar que os dragões reconhecem “amigos”. Ele chega, acaricia, liberta os dragões depois saí correndo meio arrependido de sua decisão de se colocar em tanto risco.

O novo odiado do público Ramsay Bolton apunhala o próprio pai, após o ex-bastardo acreditar que Sansa e Jon não trariam problemas futuros. Ainda não acabou. Ramsay teve que ter certeza que nada o atrapalharia a ter o poder no norte, então entregou sua madrasta e o filho dela para os cães jantarem. O casal Sansa e Theon se separam. Theon deve voltar para as Ilhas de Ferro, e Sansa para o auxílio de seu meio-irmão Jon na muralha. Enquanto isso nas terras de Theon, seu pai Balon Greyjoy é assassinado por seu irmão Aeron Greyjoy.

Em Braavos, Arya está sendo espancada todos os dias pela menina do templo do Deus de Muitas Faces, que já deixou claro que não gosta dela. Arya não consegue se defender pois está cega. Porém o Homem Sem-Face considera que seu treinamento/punição já fora o suficiente, e a traz de volta ao templo.

E, como todos esperavam, a Mulher Vermelha ressuscita o Sabe-Nada João das Neves em uma cena adoravelmente perturbadora.

6×03 – Quebrador de Juramentos

thronesaryacega.jpg

Então, Jon vive! Está um pouco confuso, porém, ainda assim, consegue inspirar seus aliados como aquele que desafia a própria morte – agora com a mente um pouco mirada para outra direção, talvez algo mais pacífico como viver numa fazenda. Mas o momento tinha que chegar. A execução de Alliser e o pobre desgraçado Olly, acontece. Jon joga a toalha, deixando seu cargo de lorde comandante com seu fiel amigo Eddison Tollett, e todos aceitam a decisão. Com morto não se discute.

Mais uma vez Brandon está vendo o passado, e seu pai Eddard batalha com alguns soldados remanescentes dos Targaryen. A batalha é árdua e vencida de uma forma que Ned não apoia: com uma apunhalada sem honra nas costas (desferida por um aliado, não por ele). Ao subir as escadas para encontro de sua irmã Lyanna Stark, Bran grita seu nome, e Ned parece escutá-lo.

Daenerys encontra todas as ex-khaleesis que a obrigam a participar de todos seus ritos tradicionais. Ela ainda tenta convencê-las de que elas não precisam estar ali, podiam ter um futuro de liberdade, mas elas estão muito presas nas tradições e no medo dos homens de seu povo.

Lá em Porto (que atualmente é tudo menos) Real, finalmente Cersei anseia vingança, e a propõe para o pequeno conselho do rei. O pedido é negado, e mesmo a presença dela não é desejada; após o vexame que sofreu em público, Cersei não consegue ser levada muito a sério.

O treinamento cego pelo qual todos os nossos heróis de quadrinhos fazem não perdoa Arya Stark. Apanhando muito e falhando em atacar, ela continua firme até o ponto de se tornar mestre, mesmo que cega. Assim, o Homem Sem-Face a entrega a visão de volta e uma nova chance de jogar com as regras.

6×04 – O Livro do Estranho

daenerys fire dosh khaleen dothraki game of thrones

Com a ajuda de Brienne e Podrick, Sansa chega na Muralha. Jon a recebe com alegria, mas seu pedido de pegar Winterfell de volta não desce em sua garganta – mas isso muda quando Ramsay mata Osha e descobre que o garoto que estava com ela é Rickon Stark. Ramsay manda um recadinho para Jon ameaçando fazer coisas terríveis caso ele não entregue Sansa de volta. Petyr se prova de grande ajuda convencendo o Lorde Robin Arryn a levar seu exército do Vale para ajudar na batalha que logo chegará.

Tyrion manda um convite amistoso com os mestres de Astapor para fazer uma negociação; alguns anos de escravidão serão aceitos pela rainha, se os ataques terroristas dos Filhos da Harpia pararem. Os mestres aceitam, porém Verme Cinzento e Misandei não, acreditando ser um regresso não necessário. Enquanto isso, Daario e Jorah invadem Vaes Dothrak e tentam tirar Daenerys dali, ela os impede dizendo que tem um plano. Exigindo uma reunião com os Khals presentes na cidade, ela discute com eles propondo uma união e eles riem. Não riram tanto quando Daenerys põe fogo na toca e queima todos dentro menos a si mesma.

Em Porto Real, Margaery finge estar convertida e arrependida e convence o Alto Pardal a permiti-la ver seu irmão, que após tanta tortura não aguenta mais e quer confessar e ser punido. Dessa vez indo por outra vertente Cersei tenta convencer seu filho rei a deter o Pardal usando Margaery como desculpa, mas mirando mais pela auto-preservação de seu julgamento final que será em pouco tempo.

As Ilhas de Ferro estão com alguns Casos de Família. Com a volta de Theon Greyjoy logo após a morte do rei Balon Greyjoy, Yara acredita ser muita coincidência, dizendo que Theon apenas quer o trono. Porém, Theon diz que Yara merece o trono, ele confessa não ter estrutura para governar e garante que dará o apoio para que o povo das Ilhas de Ferro a aceitem como regente.

6×05 – Hold the Door

game-of-thrones.6.5.3313000.52.gif

Petyr chega na Muralha para pedir o perdão de Sansa pelo vacilo de entregá-la nas mãos de Ramsay. A oferece o exército do Vale e assim ela aceita com um pouco de desgosto. Mas Sansa ainda tem outra carta na manga, ela manda Brienne para Riverun para pedir que seu tio o Peixe Negro se junte em batalha.

Em Braavos, Arya recebeu uma nova chance com um novo assassinato. Uma atriz que está encenando em uma peça sobre a vida e morte dos reis nos últimos anos, peça onde Ned e Tyrion são tratados como vilões terríveis da história. Arya tem pena e exita em matá-la, mas ela tem que fazer, senão não será aceita pelo Homem Sem-Face e sua ordem.

Yara não foi eleita, mesmo com o apoio de seu irmão Theon. O discurso foi bonito e emocionante, mas o povo decidiu que Aeron Greyjoy deveria governar, mesmo tendo confessado matar o rei Balon. Yara e Theon, então, fogem para longe, antes de serem mortos pelo tio.

Mais uma vez, Sor Jorah Mormmont pede perdão para Daenerys, e quando ela aceita o perdão e sua serventia, ele confessa que mesmo a amando, não poderá ficar por estar doente de Escamagris, uma doença sem cura. Daenerys o ordena que saia, ache a cura e volte para seus braços.

E o título deste episódio também tem sua razão de ser. Bran vai em outra visão e vê o surgimento dos Outros, que foram feitos pelas Crianças das Florestas para se protegerem dos homens que estavam destruindo e matando todos. Enquanto o Corvo de Três olhos estava dormindo, Bran foi para o passado novamente e desta vez encontrou o exército dos Outros, quando o general o olha diretamente e descobre onde todos eles estão. O Corvo de Três Olhos ordena que todos fujam, mas antes quer mostrar a partida do avô de Bran de Winterfell. O exército dos Outros chegou e as Crianças não conseguem impedi-los, nem mesmo o lobo. Como sempre, Bran tem que usar a força de Hodor para levá-lo para longe, e ao sair da caverna ele pede que Hodor segure a porta para que Bran e Meera passem. Esta ordem foi mandada para o passado, onde Wylis tem uma convulsão e repete a frase “Hold the Door” (“Segure a porta”), até que ela se torna “HODOR” – e por isso o pobre Wylis tem problemas mentais.

6×06 – Blood of My Blood

maxresdefault

Bran continua fugindo com Meera, mas os mortos se aproximam, se salvam por pouco quando um estranho, que é revelado ser Benjen Stark, tio de Bran. Benjen está um pouco diferente, alterado de alguma forma, mas promete protegê-los.

Em Hornhill, lar de Samwell Tarly, ele apresenta Gilly para sua família, mas não diz ser um selvagem, pois seu pai Randall os odeia. No jantar Randall insulta Sam até que Gilly perde a paciência e diz que ele matou um dos Outros e que ele a protegeu de muitas coisas – e também revela que ela é uma selvagem. Randall pensa em matá-la, mas em vez disso a deixa como servente e promete cuidar de seu filho. No meio da noite, Sam resolve fugir com Gilly, não aceitando a proposta do pai – mas não sem roubar a espada do pai, que é feita de aço valiriano.

Margaery conversa com o rei e o convence de que ele deveria se juntar ao Pardal, pois ele tem uma conexão com os deuses. A casa Lannister e a casa Tyrell não querem que Margaery seja humilhada em uma Passeata da Vergonha, e decidem impedir, porém são impedidos pelos próprios Tommen e Margaery que anunciam a união da realeza com a fé. Tommen é aconselhado a tirar Jaime da Guarda Real, dando menos poder aos Lannisters.

O momento chegou, e Arya deve matar a atriz. Antes ela conversa com a atriz, que se prova ser uma excelente pessoa, e iria morrer por pura inveja dos outros. Assim ela desiste no último momento, fazendo com que a menina que a odeia peça permissão para o Homem Sem-Face para que ela a mate, e ele a concede a permissão.

À caminho para Mereen, Daenerys chama seu dragão e mostra para o povo Dothraki que ela tem o poder de entregar pode para todos que se juntarem a ela. Os Dothraki se animam e a seguem para onde quer que ela os ordene.

6×07 – The Broken Man

hound-returns-game-of-thrones-26656

O cão está vivo. Sandor Clegane está vivendo pacificamento com uma aldeia, ajudando a construir uma igreja, quando alguns soldados chegam e tentam extorquir esta aldeia e quando não conseguem o que querem, matam todos, deixando Clegane sozinho e com ódio.

Após toda a cena, Margaery decide conversar com a vó Olenna Tyrell, deixá-la mais calma, evitar mais brigas com o Pardal. Ao final da conversa ela deixa um bilhete em sua mão, mostrando que ela ainda é quem costumava ser e que estava apenas enganando o Pardal e o rei.

Jon Snow precisa de soldados, ele recebe o apoio dos selvagens e depois tentou com os Mormonts da Ilha do Urso. Lyanna Mormont é quem governa lá, uma menina com cara de desaprovação. Após uma certa insistência de Sansa e Jon, Lyanna aceita enviar forças para a retomada de Winterfell.

Já Jaime Lannister foi mandado para Riverun para tirar o forte das mãos do Peixe Negro, que não quer sair de jeito nenhum, as forças do Frey estão tentando mas falharam miseravelmente. Jaime tenta um acordo mas Brynden Tully não aceita nenhuma negociação.

No meio das ruas de Braavos, Arya se distrai e é esfaqueada pela menina. Ela consegue se desvencilhar e fugir, indo para o único lugar que acreditava ser seguro, o abrigo de sua antes vítima, a atriz que ela poupou a vida.

6×08 – No One

20-Arya-and-Needle-about-to-kill-the-Waif

A atriz que acolheu Arya logo foi morta pela menina, mas Arya consegue escapar. Ela encontra sua espada Agulha, e luta por sua vida. Com a vitória em mãos, o Homem Sem-Face não a aceita em sua ordem, mas a deixa viver. Agora Arya quer voltar e clamar por sua vingança.

Alguns soldados que participaram da matança na pequena aldeia foram encontrados jantando na floresta por Sandor Clegane que mata cada um deles com prazer.A Irmandade Sem Bandeiras encontra o resto dos soldados e estão pronto para enforcá-los por seus crimes, mas, quando Cão chega, ele quer uma morte mais sangrenta, eles não o concedem, mas deixam ele enforcá-los. Após a punição, ele é chamado a se unir a Irmandade.

Mereen parece em paz, e Tyrion e Varys fazem sua última caminhada juntos em Mereen, pois Varys está indo de volta para Westeros. Assim eles se despedem, mas Mereen não está tão segura quanto imaginavam.

Cersei foi ordenada pelo Pardal para que fosse até ele, quando ela recusa as forças do Pardal atacam, mas Montanha está diferente. Ele não sofre nenhum dano quanto é perfurado em seu abdômen, e está mais forte que nunca. Mais tarde, rei Tommen tem um anunciamento, Cersei sofre ao saber que o julgamento por combate não é mais permitido, sua esperança de usar Montanha para escapar da punição de seus pecados está acabada.

Brienne chega em Riverun e faz um acordo com Jaime, se o Peixe negro aceitar sair, eles não o atacarão. Jaime aceita o acordo. Brienne e Jaime se sentem mal ao perceberem que, se ela não conseguir convencer o Peixe, eles terão que lutar um contra o outro. Brienne tenta convencer o Peixe de que sua sobrinha precisa de sua ajuda mas ele não aceita, é um homem orgulhoso e apegado a suas raízes. Mas Edmure Tully, que estava sendo mantido refém por Jaime, aceita um acordo de entrar em Riverun, que é seu por direito, e abrir os portões para o exército. O exército de Riverun acata as ordens de Edmure, os Lannisters entram e o Peixe morre em batalha. Brienne preferiu fugir do que atacar seu amado Jaime, e ele mesmo, vendo-a fugir, também a deixa.

6×09 – The Battle of the Bastards

untitled-1810.gif

Em Mereen, a coisa não está fácil. Tyrion tenta achar soluções para o ataque dos mestres de Astapor, e não consegue nada. Eis que Daenerys chega voando com seu dragão e decide matar todo o exército inimigo, ir até as cidades dos inimigos e queimar tudo e todos. Tyrion a aconselha a não fazer isso, pois este tipo de decisão era a que seu avô (o rei louco Aerys II Targaeryen) tomava. Daenerys pede que Tyrion, Verme Cinzento e Misandei se encontrem com os mestres, para de início fazer um acordo de paz, que, depois, acaba por matar dois mestres e libertar um para espalhar o exemplo que foi dado.

Os dragões de Daenerys se libertaram da masmorra e se juntaram a batalha com Drogo e sua mãe, em um banho de fogo e carnificina, destruindo alguns navios que estavam atacando Mereen, e deixando alguns para usar depois. Após a guerra, Theon e Yara chegam a Mereen pedindo que Daenerys a ajude a pegar as Ilhas de Ferro de volta e em troca ofereceram os navios, que são considerados os melhores navios dos sete reinos. Daenerys aceita, e uma nova aliança é feita.

Jon Snow tenta chamar Ramsay Bolton para um duelo mano-a-mano, mas é claro que Ramsay mentiu dizendo que aceitara. Então no campo de batalha, cada exército se posicionou e uma grande distância. Ramsay pede para o pequeno Rickon para que corra para os braços de seu irmão no outro lado do campo, enquanto ele corre, Ramsay finge tentar acerta-lo com flechas. Jon cavalga para salvar seu irmão, mas quando chega perto, uma flecha perfura o coração de Rickon. Cheio de ódio e rancor, Jon corre sozinho para enfrentar o exército, seu exército corre para ajudá-lo. No meio do caminho seu cavalo é acertado por uma flecha. Jon se levanta e espera a cavalaria inimiga se aproximar. No último segundo, sua cavalaria também chega, nos entregando a maior e mais bem feita batalha de toda a história da televisão.

A batalha está acirrada, porém Ramsay ainda não está usando todas suas forças. Ao contrário de Jon, ele está observando de longe, e botando em prática seu plano. Sangue escorre de um lado para o outro e Jon Snow está matando vários inimigos. Até que Ramsay dá a ordem e seu exército faz a formação que os encurrala e os massacra. Mais uma vez a derrota está perto, mas Petyr Baelish surge com o exército do Vale e derrota os soldados de Ramsay. Com a derrota em batalha, Ramsay corre para Winterfell, certo de que seus inimigos não tem suprimentos o suficiente para manter um cerco. Mas Jon, Tormund e o gigante invadem o forte e matam os restantes, Jon então sem espada soca Ramsay até quase a morte.

A satisfatória morte de Ramsay foi entregue por Sansa Stark, que solta os cães que estavam famintos a dias para devorá-lo. Preso em sua cadeira Ramsay ainda acha que está por cima, dizendo que os cães são leais, era verdade, mas também estavam famintos. Ramsay é devorado e Winterfell é dos Starks.

***

E agora, vamos à season finale, em outro texto. Clique aqui para ler sobre o fim da sexta temporada e nossas conjecturas para o futuro.


3 comentários sobre “Recapitulando: Game of Thrones (6ª Temporada)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s