Segundas Impressões #08 – Munchkin

Hoje vou fugir um pouco do básico, vou falar de um dos jogos de carta/tabuleiro que é, definitivamente, must-have na coleção de todos: Munchkin, o jogo de RPG onde a discórdia reina e o ódio aos elfos se espalha. Lançado em 2001 como uma alternativa aos sistemas de RPG padrão, que possuíam regras complexas demais, Munchkin se tornou um grande sucesso entre os amantes do gênero, e é um dos grandes favoritos dos jogadores de boardgames.

munchkin-4q3lqdr2.png

O jogo consiste em duas pilhas de cartas,talvez mais, dependendo da expansão que esteja jogando. Uma delas é de tesouros, e outra de portas de dungeons. Então, com total ajuda da sorte, você cria seu personagem através das diversas cartas de classe, raça e equipamentos disponíveis. Mas cuidado: algumas cartas são exclusivas de algumas raças, outras de classe, e algumas de um sexo determinado – ou seja, nada que não possa acabar sendo alterado durante o jogo (isso é sério). A estratégia de jogo não é algo lá muito presente, e a maioria das vezes as partidas consistem de uma pessoa simplesmente procurando o melhor método de atrapalhar os outros ao invés de simplesmente buscar a vitória.tabuleiro-de-niveis-munchkin-capa2-3046ba3ccd24ac36c44c563551fe0099-1024-1024

Como, infelizmente não tenho o jogo, não posso vir a jogá-lo com muita frequência. Porém, pude ter o prazer de encarar meu amigos novamente em uma partida recentemente. Partida essa que não recomendo que tentem, pois, acreditem treze pessoas jogando ao mesmo tempo se torna algo confuso, lento, e, com o tempo, cansativo. Nessa partida jogamos a expansão que conta com dungeons especiais, como por exemplo a masmorra que faz com que todos os monstros deem mais itens ao serem derrotados, ou a das maldições, onde todos são afetados ao mesmo tempo por elas, ou a da mudança de Sexo, quando os jogadores devem definir um nome novo pra sua versão do sexo oposto, e apenas atender por este novo nome. Qualquer um que tente chamá-lo por seu antigo nome é afetado e perde um nível. Isso deixa as coisas extremamente confusas e engraçadas com as tentativas frustradas das pessoas de tentar lembrar os diversos nomes novos e lutar contra o instinto de chamar pelos nomes originais.

4599473672.jpg

Em suma, Munchkin é um jogo de diversão, que acaba despertando o pior das pessoas. Amizades fracas acabam destruídas em meio ao sangue dos amigos traídos e apunhalados nas costas pelos ladrões, ou atacados pelos monstros errantes chamados pelos seus antigos colegas. Por isso antes que você sinta o desejo de soltar aquela icônica frase do episódio VI, carregue sempre meios de se prevenir de seus aliados. E lembre-se, TRUST NO ONE – menos em mim que sempre posso te ajudar em troca de um tesouro.

 ***

Leia Também:

Falando em jogar com os amigos, já conhece o SharePlay?

Falando em Jogar, CoD ou BattleField?

Revisite amigos conhecidos nas Segundas Impressões.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s