Justiceiro: Nascido Para Matar (2003)

Pouco tempo atrás, nos foi confirmado uma série estrelando um dos mais interessantes e mais amados personagens da Marvel, Frank Castle, também conhecido como “O Justiceiro”. Aqui estou para apresentar-vos uma faceta deste complexo personagem.

download

 

Diferente da série, a guerra a qual Frank participou foi a guerra do Vietnã (na série “Demolidor” é citado que ele era veterano do Afeganistão) – uma das guerras mais “sem glória” dos E.U.A.

Na minissérie escrita pelo genialmente brutal Garth Ennis (conhecido por histórias adultas, violentas e perturbadoras) e ilustrada por Darick Robertson, o argumento é simples e visto, em sua maioria, pelos olhos de um jovem soldado que chegou à guerra há pouco tempo. Frank está no Vietnã, com soldados perturbados pela violência desenfreada, outros viciados em heroína, generais que não se importam com o futuro de seu batalhão ou com seu próprio, e alguns pobres coitados que ainda têm esperança de voltar para casa.

Durante a história, uma voz conversa com Frank, pedindo para que aceitasse sua natureza violenta, que abraçasse isto, e com o decorrer do quadrinho vemos que ele é bom no que faz, mas ainda se nega como um monstro.

born_01_p06.jpg

Garth Ennis não nos decepciona, nos entrega violência crua, uso de droga retratado de forma terrível e o argumento dos “monstros interiores” de cada um. Mas quem brilha em talento é Darick Robertson, desenhando cenas muito detalhadas e grotescas; tripas e cérebros voando são comuns nesta história. Mas não se engane: esta violência não é gratuita, mas a parte mais poderosa do arco.

AyuCRUW.jpg

Devo avisar que o conteúdo gráfico é forte, e o roteiro também. Então prepare seu estomago quando ler esta obra de arte. Considerada por muitos a melhor obra do Justiceiro, a melhor representação da guerra do Vietnã e também a melhor obra do selo MAX (selo adulto da Marvel).

 ***

Leia Também:

 

Marvel está nos cinemas, mas nem sempre pelo M.C.U PontoCast #41 – O Universo Fox nos Cinemas (AO VIVO!)

Um excelente quadrinho de Garth Ennis foi adaptado Primeiras Impressões: Preacher (2016)


Um comentário sobre “Justiceiro: Nascido Para Matar (2003)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s