Yellow Sounds #1 – Nevermind (1991)

“O álbum que mudou a história do Nirvana, mudou a história do grunge e mudou o conceito de ‘alternativo’ no universo musical”

come as you are2Eu queria ter encontrado para este post uma frase renomada que sintetizasse o que Nevermind representou/representa. Acabei fazendo uma eu mesma sabendo (assim espero) que meu julgamento de fã não altera as verdades ditas.

Falar de Nirvana é algo que eu raramente faço, apesar de ser minha-banda-favorita-de-todos-os-tempos-e-pra-sempre-amém. Resolvi estrear minha coluna com Nevermind para fazer bonito e este será, sem dúvida, um post diferenciado dos demais aqui da coluna. Deem valor a isso! 🙂

Nevermind não é meu álbum favorito, mas é, sem dúvida o que revolucionou o mundo de Kurt Cobain e sua banda; o mundo dos jovens revoltados que encontravam paz naquele barulho; o mundo das demais bandas de grunge – inclusive as que vieram antes -, e o mundo musical, com uma nova definição do que era “alternativo”.

Essa nova definição, em específico, se deu a partir lançamento do single Smells Like A Teen Spirit¸ lançado exatamente 24 anos atrás! Essa é também a faixa de abertura de Nevermind, a única escrita por todos os integrantes da banda (Cobain, Dave Grohl e Krist Novoselic) e a música mais famosa dos caras.

Para mim, é simplesmente impossível negar a genialidade nela presente. Mas faço um apelo como fã de carteirinha (de verdade, tenho até registro de Nirvamaníaco): não ouçam Nevermind por causa de Smells Like A Teen Spirit e muito menos se limitem aos clássicos para ouvir qualquer álbum do Nirvana ou de qualquer outra banda/artista a ser citado aqui nessa coluna.

nevermind gifRecomendação dada, vamos seguir falando desse álbum fantástico, que vocês p-r-e-c-i-s-a-m ouvir pelo menos uma vez antes de morrer!

Na sequência de Smells Like A Teen Spirit, temos In Bloom, uma música que, para mim, sempre vai zoar o fã modinha de Nirvana. Aquele que gosta de todas as nossas músicas bonitas, mas que não sabe o que isso significa.

Logo depois, temos Come As You Are que se tornou o hino de toda uma geração (e algumas outras mais) de jovens que buscavam aceitação, de si próprios e dos outros ao redor. Sonoramente, não é tão poderosa quanto Smells Like A Teen Spirit, mas me é mais significativa. Kurt sempre priorizou a melodia, mas está ai, em Come As You Are, uma das mensagens mais bacanas – e literais – que os caras já passaram em uma música.

come as you areDaí, vamos direto para minha parte favorita do álbum que começa em Territoral Pissings que, sim, me faz pular e correr loucamente pela casa. Espero que provoque reação semelhante em vocês! (Acontece o mesmo quando ouço Stay Way).

No meio de todo esse barulho, correria e confusão, temos também faixas mais tranquilas que dão equilíbrio ao álbum, como Drain You, Lounge Act, On A Plane e Something in the way (yeah… uh uhh), que é a mais relax de todas. E como isso aqui é Nirvana, o álbum não ia acabar nesse clima e é ai que entra Endless, Nameless para fazer mais um pouco de barulho.

E para mim, Nirvana é isso: a paz em meio ao caos!

—————————————————————————————

Lari Reis é jornalista, social media e viciada em música. Você pode (e deve) ver seus outros textos sobre música no seu longevo site Yellow Ever Shine e aqui no PontoJão semanalmente na coluna Yellow Sounds.


7 comentários sobre “Yellow Sounds #1 – Nevermind (1991)

  1. The album is close to your age. I remember when it came out, but I was never a follower of Nirvana, just liked some of their songs, and caught bits and pieces of the uproar they caused. In the early 90’s I was working way too many hours at the office, plus training and racing bicycles to pay very much attention to the music scene, but I always heard about the big things that happened on the music scene.

    1. It is! And Smells Like a Teen Spirit is from September 10, 1991.
      I was born ate September 9, 1989 🙂

      This is interesting. Pretty much every time I talked about a good band, you shared something that made me say “I wish I have lived this”. I don’t really know how my life would have been, but I hope I wouldn’t let Nirvana pass… Big things happened on the music scene thanks to them, and as they are my favorite band, I would have to be a part of all that!

      Thanks for the comment, Tim!

      1. As I said before, there will be a lot of things that you have experienced and will experience that may or may not seem like a big deal at the time, but later you will look back and remember them, and you will be saying, “I remember when such and such happened!”

        I’ve also noticed music I didn’t appreciate at the time it was happening, I often appreciate years later when I take a closer look and listen and notice it was actually pretty good. I did not like disco when it came out in the 70’s, but I was competing in ballroom dance, so I had to learn the disco dances, and listen to the music. Now that many of the disco dances have been bastardized by the people who do Country dance, I realize just how cool those dances were and how much they made sense for the music and culture at the time. I’ve danced my out-of-date, vintage version of West Coast Swing with Country Dancers, and they are usually quite impressed because there were so many cool steps and moves in the version I learned that have been long lost in the contemporary version of the dance.

        Similarly with the music. I can really appreciate some of the disco tunes now, whereas I found them grating and annoying in the 70’s. A lot of it goes with how I’ve matured and my music training, performing and listening skills have all matured with me over the years. I’ve become more open to different types of music, and can appreciate songs for their musical value much more than when I was in my teens and twenties.

  2. Couldn’t answer this comment before, so here we go… You couldn’t be more right. Even it wasn’t from my time, it took me years to start appreciating some Beatles and Queen songs! I just really hope I don’t lose something great in my life time 🙂 Till I’m here, I’ll always have another chance to appreciate music 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s