Primeiras Impressões: “Masters of Sex” – 3ª Temporada (2015)

Depois de um ano de suada espera, “Masters of Sex” finalmente chega ao episódio inicial de sua terceira temporada, só que de uma maneira completamente diferente do que tínhamos imaginado. O primeiro episódio toma forma rapidamente, e venha ver porque achamos que essa temporada pode ser a melhor da série. Spoilers leves sobre a primeira e a segunda temporadas abaixo.

url

A primeira coisa que salta aos nossos olhos é a mudança da dinâmica entre os personagens. Assim como tivemos da primeira para a segunda temporada, temos outro salto temporal no início desta fase da série. Agora, a pesquisa de William Masters (Michael Sheen) e Virginia Johnson (Lizzy Caplan) já tem 12 anos de estrada, e o revolucionário livro “Human Sexual Response” (“Resposta Sexual Humana”) está prestes a ser lançado. Esta season premiere (“abertura de temporada”) começa exatamente na coletiva de imprensa do livro; através de flashbacks, vemos um final de semana meses atrás na vida de Masters, Johnson e suas família.

masters-sex-season-2

Ou talvez a expressão certa seja “sua família”. Apesar de Libby (Caitlin Fitzgerald) já saber do caso de seu marido com sua companheira de pesquisa, a situação não só está calma como atingiu um status quo completamente imprevisto: os três, com seus respectivos filhos, passam um final de semana em uma casa no lago, como se fossem uma única gigantesca família.

 

Filhos esses que cresceram e se multiplicaram do último ano para cá. A cacofonia dos filhos pequenos de William e Libby se contrapõe ao escárnio e descaso dos filhos adolescentes de Virginia. Henry Johnson, antes um ingênuo garoto de óculos, agora tem suas próprias experiências sexuais pouco veladas, e tem dificuldades em se manter em um emprego, para muito desgosto de Virginia. Tessa, por outro lado, busca em William uma figura paterna que a guie, visto que seu relacionamento com Virginia se enquadra nos clichês mãe-filha adolescente rebelde.

A única complicação nessa passagem de tempo é que o único que pareceu envelhecer foi o Dr. Masters de Michael Sheen. Lizzy Caplan e Caitilin Fitzgerald não parecem ter um pingo de maquiagem, e subitamente é estranho vê-las “hoje”, com filhos praticamente adultos, exatamente com o mesmo rosto que tinham anos antes.

1436761629483

Além da virada à la “Big Love”, Libby é a responsável também pela previsão dos problemas no paraíso. Entre antidepressivos e surtos psicóticos, Libby parece ter desistido de seu marido definitivamente (já não era sem tempo), e sente mesmo seus filhos saindo de sua órbita para gravitar a presença magnética de Virginia Johnson.

Ainda assim, a cena de ouro no episódio se dá através das mãos de William Masters e seu filho, Johnny. Em uma cena de extrema tensão, relembramos os motivos pelos quais Masters era tão avesso a ser pai, enquanto luta para evitar se tornar tudo o que sempre odiou.

masters-of-sex-301-4

No geral, o episódio é excelente, e traz tudo o que buscamos em “Masters of Sex”: a trama, o posicionamento na década de 60 e o desenvolvimento dos personagens funcionam com perfeição e nos instigam para mais. O “Parlamento das Corujas” (título do episódio; “Parliament of Owls”, no original) serve para mostrar aos nossos protagonistas que eles estavam sendo observados o tempo todo, em seus erros e acertos, e que eles serão confrontados pelas características que mais odeiam neles mesmos na figura de quem mais amam: seus filhos. Isso faz com que a dinâmica de ama-não-ama (ou talvez transa-não-transa) de “Masters” mude completamente, enriquecendo a sua trama e preparando o caminho para o que pode ser a melhor temporada da série.


2 comentários sobre “Primeiras Impressões: “Masters of Sex” – 3ª Temporada (2015)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s